sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Rappin' Hood..


Só passando mesmo pra postar uma música que me faz sentir bem... Dias melhores sempre.. Bom, é isso. Fuiiii!

Rappin' Hood - Axé

Pai Nosso tô conTigo, sei que tudo posso, sou filho de
Deus, ai é tudo nosso.
Eu tenho visto muita coisa ultimamente, tanta coisa
errada que me deixa descontente.
Eu sei que o mundo não foi feito em um dia, mais eu só
queria paz e harmonia.
Eu tenho um sonho que amanhã vai ser melhor, batalho
todo dia pra sair da pior.
No movimento eu não to de bobeira, prefiro ficar
quieto se for pra falar besteira.
Quando acordo primeira oração pra iluminar meus passos
pra andar no mundão.
Que tá muito loko é só ra ta ta pipoco, irmão matando
irmão destruindo uns aos outros.
Homem ou mulher. Jesus lhe de axé, pra conseguir
vitória tem que andar com fé, então...

(Refrão)
(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Por isso eu vou orar pra vida melhorar, por isso eu
tenho fé, confio em meu axé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Homem ou mulher, Jesus lhe de axé, pra conseguir
vitória tem que andar com fé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Por isso eu vou orar pra vida melhorar, por isso eu
tenho fé, confio em meu axé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
De avião, de carro ou a pé, pra ser vitorioso tem que
andar com fé

(Gilberto Gil)
Que a fé tá na mulher
A fé tá na cobra coral
Ô Ô
Num pedaço de pão
A fé tá na maré
Na lâmina de um punhal
Ô Ô
Na luz, na escuridão

(Refrão)
(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Por isso eu vou orar pra vida melhorar, por isso eu
tenho fé, confio em meu axé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Homem ou mulher, Jesus lhe de axé, pra conseguir
vitória tem que andar com fé

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Por isso eu vou orar pra vida melhorar, por isso eu
tenho fé, confio em meu axé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
De avião, de carro ou a pé, pra ser vitorioso tem que
andar com fé então...

(Gilberto Gil)
Que a fé tá na manhã
A fé tá no anoitecer
Ô Ô
No calor do verão
A fé tá viva e sã
A fé também tá pra morrer
Ô Ô
Triste na solidão

(Gilberto Gil)
(Anda)
Porque o tempo passa rapidinho
(Anda)
Na caminhada você não está sozinho
(Mas só que anda)
Deus é contigo e você é vencedor
(Anda)
Deixe seus problemas na mão do Senhor
(Anda)
Com Jesus ao lado, melhor aliado.
(Anda)
Melhor sozinho do que mal acompanhado
(E anda)
Essa vitória só depende de você
(Anda)
Tudo que quiseres você pode obter
Não importa sua religião, na Bíblia está escrito somos
todos irmãos
Não interessa a cor da sua pele, preto ou branco, o
respeito prevalece.
Pra melhorar o povo tem que mudar, nas palavras de
Cristo tem de acreditar.
De avião, de carro ou a pé, pra ser vitorioso tem que
andar com fé então...

(Refrão)
(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Por isso eu vou orar pra vida melhorar, por isso eu
tenho fé, confio em meu axé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Homem ou mulher, Jesus lhe de axé, pra conseguir
vitória tem que andar com fé

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Por isso eu vou orar pra vida melhorar, por isso eu
tenho fé, confio em meu axé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
De avião, de carro ou a pé, pra ser vitorioso tem que
andar com fé

(Gilberto Gil)
Certo ou errado até
A fé vai onde quer que eu vá
Ô Ô
A pé ou de avião
Mesmo a quem não tem fé
A fé costuma acompanhar
Ô Ô
Pelo sim, pelo não.

(Refrão)
(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Por isso eu vou orar pra vida melhorar, por isso eu
tenho fé, confio em meu axé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Homem ou mulher, Jesus lhe de axé, pra conseguir
vitória tem que andar com fé

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
Por isso eu vou orar pra vida melhorar, por isso eu
tenho fé, confio em meu axé.

(Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá)
De avião, de carro ou a pé, pra ser vitorioso tem que
andar com fé.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Simples Observações



Ontem tive uma vontade de escrever fora do comum, pois estava fora da cidade, talvez seja por conta do monte de coisa que acabei vendo...Hoje escrevendo direto dos studios da rádio onde trabalho. Meu pc queimou uma peça doida, e nem tá ligando. Como estou numa época meio complicada pra ter uns $$ a mais, vou deixa-lo de lado por uns tempos, isso também é bom. Vou procurar dar mais atenção pra vida fora do computador, ler um livro, sair, sei lá aproveitar mais meu dia...Voltando ao papo de ontem, fui ao médico em São José do Rio Preto fazer alguns exames pra ver como está meu coração, deve tá tudo bem graças a Deus. Não sinto nenhum sintoma fora do comum. Ao chegar no Hospital, já começo a me sentir estranho, aquele clima não me deixa muito a vontade confesso. Mas depois de passar 2 meses lá, não acho nada fora do comum, mas mesmo assim ainda não me acostumei com o clima lá dentro. Mas continuando, fui direto pra onde eu tinha que ir, me sentei e fiquei ali calado esperando minha hora de ser atendido. Por ali passaram várias pessoas com os mais variados problemas. Tinha uma senhora ao meu lado, e eu adoro conversar com pessoas mais velhas, é bem interessante as "histórias"...Conversamos um pouco e tal, bem divertido a maneira com que ela falava....O mais interessante é que a maioria das pessoas são mais velhas, elas tem mais problemas relacionados ao coração, claro por conta da idade, nada incomum. Passando o tempo ali, observando o vai vem do pessoal, ao meu lado sentou-se um velhinho, muito educado e simpático, ali começamos um leve papo sobre a vida. A sabedoria do senhor era admirável. Ele dizia: Ás vezes pensamos ser intocáveis em determinados momentos da vida, depois que ficamos velhos, descobrimos que não passamos de seres comuns e descartáveis, nascemos cumprimos nossa missão e partimos, uns mais cedo, outros mais tarde. E mais uma, não existe um momento, quando for sua hora, ninguém é capaz de impedir. Depois da conversa, ele acabou saindo com sua família pra ser atendido, ao sair da sala, vi o sorriso daquele senhor, tentando mostrar a sua família o quanto ele se sentia bem. Depois disso, parece que o tempo não passava, eu não era chamado e esperava, esperava, algo que eu "adoro"... Depois de um tempinho, outro senhor se aproximou de onde eu estava e sorrindo me questionou; Que religião é a sua meu filho? Disse ser católico, mas não frequentador, imaginei que seria questionado por não ir a igreja, ele olhou pra mim sorriu e disse: Na realidade não importante meu filho, basta todos nós acreditarmos em Deus, tirou do bolso um papel me entregou e saiu dali fazendo o mesmo com os demais. Olhei para o papel e nele dizia que mesmo diante de qualquer problema em nossas vidas, devíamos crer sempre em Deus, que ele sempre está do nosso lado...Me peguei pensando o que levaria aquele senhor, dispor do seu tempo pra levar a palavra de Deus pra todos dentro do Hospital sem querer nada em troca? Não que ele devesse cobrar, mas sim o pq ele faz aquilo? Acredito que seja uma pessoa realmente abençoada, tocada por Jesus. E quer passar isso para os demais irmãos, fiquei tão feliz, abri minha carteira e guardei e fiquei olhando ele, que sorrindo falava baixo com cada um sentado ali...Depois fui chamado fiz meu exame e corri pra outro lugar pra fazer um outro exame, ao chegar tive a notícia de que a máquina tinha quebrado, e teríamos que voltar pra fazer onde eu estava. Lá fomos todos, chegamos onde eu estava me sentei no mesmo lugar, e fiquei aguardando. Do meu lado sentou-se uma senhora, estava um pouco triste, calada, resolvi tentar um contato. Disse bom dia e começamos ali uma conversa bem interessante, não que às outras tenham sido ruins, mas essa foi diferente das demais, e por que? Questionei sobre o que ela tinha, ela me respondeu que tinha agua acumulada na barriga, que sentia dores e várias outras coisas. Perguntei se ela estava internada sozinha e se estava internada a muito tempo. Ela me olhou disse que tinha apenas 5 dias lá, ai claro disse que eu tinha ficado 2 meses, que mesmo que seja intediante pelo menos estamos dentro de um local seguro, se caso vir acontecer algo pior pelo menos estava dentro de um hospital...Depois disso, ela começou a falar sobre sua família, o quanto era ruim estar daquela maneira, dizia que o marido tinha vergonha dela, que a chamava de barril, por estar com aquele problema, por isso não andava com ela na rua. Também disse que filha além de ter vergonha, não gostava dela..Ali senti que o problema maior, é falta de amor. Imagine uma mulher que tem um marido que tem vergonha de andar em sua companhia, e afirmar que sente que a própria filha não gosta dela. Pra terminar ela disse que era evangélica, e disse pedir pra Deus para leva-la todos os dias. Que sempre reza e pede pra sumir, desaparecer. Tenho em mim que esta bem claro o porque do desejo. Falei o que pensava a respeito, dei alguns conselhos, logo fui chamado pra outro exame, corri e fiz bem rápido depois estava livre resto do dia pra não fazer mais nada...Fui almoçar no centro da cidade num restaurante de comida caseira que é muito bom. Fui ligando para alguns amigos e convidando pra um almoço em conjunto. Depois do almoço sentei na praça e fiquei observando o movimento do povo. Quantas diferenças para um País que se diz igual. Observando com calma percebi que primeiro o trânsito está parando aos poucos no centro, congestiona em fração de minutos, logo fecham a rua e nada vai pra frente nem para trás. A chuva realmente causou um terror imenso no povo, logo quando começa a chover, percebe-se uma movimentação rápida pra fugir dos pontos de alagamentos. Respeito, é algo que realmente não vai ver constantemente, é gente buzinando gente que grita, xinga e nem quer saber se é mulher, idoso ou alguém com alguma deficiência, da impressão que querem chegar o mais rápido que puderem como se fosse uma disputa. O que mais se vê são olhos desconfiados, a maneira como se veste, como se fala o que se leva nas mãos ou nas vestes...Depois de um tempo analisando, confesso que se estivesse ali agiria da mesma maneira, mas teria bem mais educação claro. Porque desconfiar é bem comum, e quem nunca desconfiou que atire a primeira pedra....

Blog Music

Veja bem, tudo vai dar certo É só acreditar em quem Conhece o fim de perto Pra discenir cores vibrantes E enxergar o que não vi...