quinta-feira, 23 de julho de 2009

Congratulations...


Congratulations friend. I like you. God bless you. Be happy always.
P.S: Viva o Santo Reis.
P.S 2: Few words define you. Is only too good.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Feliz Dia do Amigo.


Obrigado por existirem na minha vida e torna-la mais completa.
Esses são meus casos mais antigos....rs
Eu sim AMO todos vocês....

Bom Gosto..

Já dizia o sábio; Em relação ao gosto cada um tem o seu, o que cabe é respeitar o de cada qual.
Ter bom gosto nos tempos atuais é complicado por conta de falta de opção. Na realidade pode até ser falta de qualidade naquilo que nos é oferecido. Musicalmente falando então Deus que nos livre, tem tanta coisa braba por ai (pra não usar outro termo, pois tem gente que gosta e devemos respeitar claro) que nem definição existe por conta de conteúdo.. As bobagens estão cada vez mais tomando os Rádios e Tvs do mundo inteiro...Como diria o Presidente, "Nunca na história da existência houve tanta musica ruim tocando". E a culpa é de quem? De quem faz, ou de quem consome? Claro de quem consome e aceita e pra dana tudo ainda acha que trás algo de bom. Claro que é interessante por exemplo a batida do funk eu disse batida, porque as mensagens estão piores a cada musica nova que sai.. É uma batida diferente, e que faz realmente quem é musico gostar do som. As vezes até mesmo quem diz odiar o género é pego de surpresa dando aquela dançadinha. O ritmo realmente é gostoso, mas as letras a mensagem não colabora nem um pouco. Queria pode citar aqui alguns trechos, mas nem vale a pena por conta do vazio e falta total de conteúdo. funk legal era dos anos 90 que trazia uma mensagem de paz e amor, isso sim era gostoso, todo mundo cantando algo que incentivava a paz, amizade e ao amor. E quem nunca cantou o rap da felicidade..."Eu só quero é ser feliz, e andar pela favela onde eu nasci" E não é só funk e a música nacional, as musicas estrangeiras também, nossa tem um monte, aliás até li um artigo onde um cara disse: A maioria do lixo da musica vem dos EUA. Claro, é óbvio que toca mais musica internacional nas emissoras daqui. A proposta seria uma mudança, valorizar o que realmente é bom, incentivar mandando para o povo musica com qualidade, para que o povo possa apreciar o que realmente tem valor, devemos valorizar isso, escolher realmente uma musica boa pra ouvir. Estou cansado de ver o povo ouvindo qualquer coisa e dizer: Essa é a melhor musica do mundo, sendo que musica saiu tem uns 2 meses. O problema do Brasil são 2 coisas. O comercial e o passageiro, tudo que vende enfiam na gente e a modinha também, não precisa ter talento, sendo bonitinho e chamando atenção já é sucesso. Falando com um amigo chegamos a conclusão de que o mundo realmente está acabando mesmo, não se da mais valor pro que realmente importa, tudo agora é passageiro, surge um amamos, e num piscar de olhos ele some e vem outro e o amor passa como se fosse um vírus. O povo tem que começar a buscar o conteúdo naquilo que ouve e assiste, e cobrar por conteúdo relevante sem medo de absorver conhecimento, isso contribuí para que você se torne realmente um cidadão consciente e tenha sua própria opinião e não se deixe levar pela conversa dos outros, formando teu próprio raciocínio e fazendo tuas escolhas, se baseando naquilo que acredita ser o mais certo, correto e justo.

Já dizia Gabriel Pensador..

"A programação existe pra manter você na frente, na frente da TV, que é pra te entreter que pra você não ver que programado é você"

"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente A gente muda o mundo na mudança da mente E quando a mente muda a gente anda pra frente E quando a gente manda ninguém manda na genteNa mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura Na mudança de postura a gente fica mais seguro Na mudança do presente a gente molda o futuro"



Falando em música nesse final de semana pude receber de uma amiga uma coleção especial.
Uma coletânea. "As 100 mais da Antena 1" essa é uma rádio da capital Paulista que preza pelo bom gosto trazendo uma programação para um público que também preza pela qualidade na hora de ouvir rádio.
A programação da rádio é feita pra quem realmente gosta de ouvir musica boa. Quando você sintoniza não consegue mais desligar, fica ali o dia todo com o rádio ligado.
A coletânea é simplesmente sem igual. A escolha do repertório é fantástica..

Barry White, Simply Red, Elton John, Rod Stewart, The Commodores, Stevie Wonder, Marvin Gaye e por ai vai...Deu pra notar a qualidade do produto? Aliás é um belo presente para dia dos namorados, aniversário ou até mesmo uma surpresa. Ganhar uma coleção dessas é um belo de um presente.

Segue pra quem quiser dar uma espiada no site e ouvir o som da Antena.

http://www.antena1.com.br/


P.S: É hora de ir pra caminha......02:46 da madruga !

P.S 2: Ouvindo Antena 1 tomando vinho, ohhhhh God......

P.S 3: Valorize a vida, viver é bom demais.


Fui..

Elogios e Criticas.

O elogio é uma coisa boa que da certa motivação ao nosso coração, às nossas ações, enfim, dá um novo ânimo para nossa vida.
Mas por vezes desconfiamos do elogio das pessoas, porque desconfiamos das nossas capacidades e de nossos dons. Às vezes não nos sentimos capazes, somos muito complexados perante os outros, sempre achamos que os outros são melhores e isso é ruim, porque desprezamos a nós mesmos e o dom Divino em nós, que é nosso maior tesouro, nosso maior valor.
Também há outro tipo de recepção de um elogio, que é o orgulho. Não sabemos agradecer o elogio de alguém, ou queremos diante de um elogio receber outro maior, e sempre arranjamos uma desculpa, um erro na nossa ação. Exemplo: Eu sou um “músico”, e de repente alguém chega para elogiar-me e eu, ao invés de agradecer, falo algo do tipo: o som não estava bom hoje…Estou meio constipado, minha garganta tá ruim…Não ensaiei bem… Quer dizer, ao invés de agradecer ao elogio eu coloquei um obstáculo naquilo que a pessoa elogiou, para receber outro maior ainda, esse obstáculo não é outra coisa a não ser o orgulho e a prova de que o agir não teve uma boa raiz e intenção.
Uma pessoa quando nos elogia, elogia com sinceridade, porque ela gostou do que viu, ouviu, percebeu e, quando ela escuta essas justificativas, talvez possa voltar atrás a tudo que falou, porque percebeu o orgulho e a falta de gratidão a um reconhecimento.Para aceitar um elogio é preciso humildade, que é o oposto ao orgulho.
Mas não devemos fazer as coisas somente com o objetivo de sermos elogiados. Devemos em tudo aquilo que fazemos, colocar tudo aquilo que somos, colocar nossa intenção, nosso coração, dar o nosso máximo.
Quando damos o nosso máximo, atingimos a satisfação pessoal e isso nos alegra. O que vem após é conseqüência, que podem ser os elogios e/ou as críticas. Se fizermos as coisas pensando nos elogios e/ou nas críticas não podemos realizá-las bem, pois sempre ficaremos insatisfeitos, sem falar que o nosso agir nesse prisma da preocupação com as conseqüências é realizado sem liberdade.
Na vida, no agir do dia a dia não devemos ter medo de errar, porque às vezes por medo de errar deixamos de acertar, por medo de ser triste deixamos de ser feliz, e assim por diante.
Faça tudo dando o seu tudo, o seu máximo. Aprenda a se auto-elogiar, aprenda a se autovalorizar, então a partir desse momento, não pautará mais o seu agir nos elogios e nas críticas. Todo nosso agir tem conseqüências, isso é imutável, mas as conseqüências não podem determinar nosso agir.Portanto, diante de um elogio, saiba dizer: Obrigado! Que bom que você gostou, isso me alegra… Coisas do tipo. Porque o elogio é reconhecimento de algo bom, e isso deve tornar o elogiado melhor ainda.
Em suma, se o que fazemos tem como raiz e intenção os elogios e/ou medo das críticas, o resultado presente em nós após cada ação será orgulho e/ou a frustração; se fizermos com o coração, dando o nosso máximo, o resultado presente em nós é motivação, animo, alegria.
Sem falar que receber um elogio é também receber um novo compromisso de continuar a agir do mesmo modo que agimos, com o coração, com nosso máximo.Quem sabe dar no mínimo o máximo tem maturidade para receber os elogios e também as críticas sem orgulhar-se e sem frustrar-se.


Texto by Julinho Mazzei.


Falo tudo e um pouco mais.
Completo.


Julinho Mazzei o homem do rádio. Esse é o the best em relação ao rádio fm no Brasil, o cara que inovou, que fez e faz escola até hoje. É difícil encontrar um profissional da área que deixe de mencionar Julinho...Sem Julinho o rádio seria sem graça. Além de ser o pai do modelo jovem do rádio, também tem um dom especial com as palavras, parabéns Julinho..

Laerte-se

Há muito já havia visto a divulgação do documentário da Laerte. Num primeiro instante não me chamou muito atenção por compreender o conte...