sábado, 26 de outubro de 2013

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Leituras

Tenho intima paixão pela Psicologia. Não por acaso, tenho uma irmã (de coração) que exerce a profissão e, influenciou diretamente na identificação desse sentimento.

Dispenso Freud neste caso, pois o papo é sobre Jung. [Freud certamente não curtiu isso]. 

 Iniciei nas leituras sobre a matéria com Freud, cá entre nós, Freud é Freud e ponto final. Porém, ao identificar Jung em constantes citações de Freud, despertou aquele interesse. Quem será esse que tanto causa incômodo ao mestre? 

Fui pesquisar, claro. Num só pensamento Jung me fisgou. Depois de compreender claramente a bronca de Freud com Jung, fiquei ainda mais fascinado. 

 Sobre o caso, em resumo: Jung discordou de Freud em algumas questões que, para Freud, eram irrefutáveis. 

 Iniciei à leitura dessa obra nessa semana. Obra esta, considerada não só como fundamental, é também, a mais importante do autor(Jung concluiu esse trabalho bem próximo de sua morte.) 

 Ainda não dá pra falar muito sobre. Posso dizer que Jung consegue fazer você rever tudo. Parar, olhar, observar até o último grau de observação que possa existir. 

 Em breve conto mais sobre essa experiência.

 Ah, voltei ... 

 Abraços, Jota.


 

Campanha

Excelente campanha produzida no México.Alcança o objetivo, nos faz refletir sobre o contemporâneo.

Laerte-se

Há muito já havia visto a divulgação do documentário da Laerte. Num primeiro instante não me chamou muito atenção por compreender o conte...