sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Para Refletir.

Oi, pessoal, já tem um tempinho que não atualizo o nosso espaço. Peço desculpas pela demora. Não tenho nenhuma explicação plausível para que vocês me perdoem, mas espero que não fiquem tristes. Prometo que atualizarei com mais frequência.



Um antropólogo estudava os usos e costumes de uma tribo na África, e porque eleestava 

sempre rodeado pelas crianças da tribo, decidiu fazer algo divertido entre elas; Conseguiu 

uma boa porção de doces na cidade e colocou todos os doces dentro de um cesto decorado 

com fita e outros adereços, e depois deixou o cesto debaixo de uma árvore.

Aí ele chamou as crianças e combinou a brincadeira, que quando ele dissesse “já”, elas 

deveriam correr até aquela árvore e o primeiro que agarrasse o cesto, seria o vencedor e 

teria o direito de comer todos os doces sozinho.

As crianças se posicionaram em linha, esperando pelo sinal combinado.

Quando ele disse “Já!”, imediatamente todas as crianças se deram as mãos e saíram 

correndo juntas em direção do cesto. Todas elas chegaram juntas e começaram a dividir os 

doces, e sentadas no chão, comeram felizes.

O antropólogo foi ao encontro delas e indignado perguntou por que elas tinham ido todas 

juntas, quando só uma poderia ter tido o cesto inteiro.

Foi ai que elas responderam: - “UBUNTU!!!” “Como um só de nós poderia ficar feliz se todas 

as outras estivessem tristes?“

UBUNTU significa: - “EU SOU, PORQUE NÓS SOMOS!”



Às vezes a gente pensa que vem pra África pra ensinar a eles, quando na verdade a gente 

tem muito do que aprender com eles.



“Alegrai-vos com os que se alegram, e chorai com os que choram. Tende o mesmo 

sentimento uns para com os outros; em lugar de serdes orgulhosos, condescendei com o que 

é humilde; não sejais sábio aos seus próprios olhos.” (Romanos 12:15.16)

Laerte-se

Há muito já havia visto a divulgação do documentário da Laerte. Num primeiro instante não me chamou muito atenção por compreender o conte...